Livro

Published on agosto 16th, 2016 | by Fernanda Correia

0

Wicked: A História Não Contada das Bruxas de Oz

Como as pessoas se tornam más? É escolha ou imposição do destino?

Todo mundo (ou quase todo mundo) conhece a história de “O Mágico de Oz”. Mas como a Bruxa Malvada do Oeste se tornou a grande vilã de Oz? E ninguém nunca desconfiou que o Mágico não era, bem, mágico de verdade? É focando nessas, e em outras, perguntas que “Wicked” segue sua história.

Antes, um contexto. “Wicked” foi lançado em português há alguns anos como “Maligna”. Foi relançado agora por conta da estreia do musical “Wicked”, que manteve o mesmo título do original da Broadway.

Agora, livro e musical são bem diferentes. O essencial está ali, mas há muito mais no livro. Obviamente, porque não dá pra colocar tanta informação em algumas horas e, principalmente, em músicas. Vai rolar adaptação para o cinema e ainda não dá pra saber se vão recuperar coisas do livro, mas teremos mais canções.

71OcSCjVWYL

O livro tem uma forma de escrita bem complexa e arrastada. Tem horas que é preciso voltar e reler porque, além de muita coisa acontecendo, ele usa a linguagem da Munchkinland. E existem continuações, como fica bem óbvio ao fim do livro e, bem, do musical. Não há previsão para o lançamento deles em português, apesar de que “O Filho da Bruxa” chegou a ser lançado há muito tempo.

Na história, conhecemos Elphaba e Galinda (com o GA). Aqui vem uma curiosidade interessante: a Bruxa Malvada do Oeste não tem nome no livro original, mas como chamá-la de Bruxa Malvada do Oeste se, bem, ela ainda não era essa grande vilã? O autor então decidiu batizá-la e homenagear o auto de “O Mágico de Oz”, Frank L. Baum. Elphaba surgiu justamente das iniciais do escritor, FLB, pronunciadas em inglês.

As duas estão na universidade, cada uma com as suas ambições. Galinda está atrás de um lugar na sociedade, nada mais importa. Elphaba, por sua vez, está preocupada em estudar e lutar pelo o que ela acredita. Esta é a parte mais próxima do musical, ela realmente se preocupa com os animais e com o fato de o mágico ser uma grande farsa.

Possivelmente uma das coisas mais diferentes é Fiyero. Ele ainda é o príncipe do país dos Winkies. Ele tem jóias por todo corpo (é, eu sei, isso não faz o menor sentido) e não se mistura muito com as pessoas. Os professores animais estão desaparecendo e os animais estão perdendo a capacidade de falar, enquanto a diretora parece saber de tudo o que está acontecendo.

A história pula alguns anos e vemos Elphaba agindo para derrubar o mágico e desmascará-lo, o que vai criando a imagem de Bruxa Má dela. Vamos acompanhando tudo até os eventos de “O Mágico de Oz”, ou seja, até o derretimento dela depois de um balde de água jogado por Dorothy. Apesar de não termos certeza se ela morreu realmente.

É curioso ver uma outra versão para uma história tão famosa, mas, dessa vez, eu fico com a adaptação musical.

Tags: , , , , , , ,


About the Author

Tem mais séries e livros para ver e ler do que tempo hábil. Sonha em encontrar o Doctor só para usar a Tardis e zerar a sua pilha. Encontrou o sentindo da vida quando assinou o Netflix.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑
  • Recent Posts

  • O que estão falando

  • Categorias

  • Arquivos