Nacionais

Published on agosto 10th, 2015 | by Raira

0

Vizinhos

Quem nunca imaginou como seria morar com amigos, longe das cobranças e chatices dos pais?

É disso (ou quase) que trata um dos últimos lançamentos do GNT, que já nos presenteou com 3 Teresas.

De um lado, um casal tendo que lidar com os recomeços da maturidade: filhos crescidos indo embora, envelhecer, crise no relacionamento a dois. Do outro, cinco jovens cheios de energia e vontade de viver e aproveitar da vida o máximo. A república (Duda, Júlia e Rodrigo, incialmente) é instalada na casa antiga de Mário e Luiza (o casal) que mora ao lado. A partir de uma ideia de  Luiza de fazer um recomeço sem os filhos, voltando a morar na casa vizinha, Júlia sugere que eles troquem de casa, já que ter mais espaço não seria ruim.

cena635

Source: Divulgação/GNT

Dessa nova condição de moradia surge a necessidade de ter mais alguém pra dividir o aluguel e chega a Marina, conhecida do Rafael, que também mora lá, mas não tem dinheiro pra pagar o aluguel e mora na garagem.

Sim, eu sei. Muito confuso. E só fica mais enrolado quando começam a surgir os problemas da vida adulta. Ter contas a pagar, se sustentar e conseguir tempo pra fazer tudo o que quer é realmente um grande desafio, e com a independência, todos eles precisam se virar pra realizar todas essas coisas e ainda conviver uns com os outros. Fora os relacionamentos amorosos, foras, paixões e amores, coisas que por si só já são muito complicadas.

Duda não trabalha, vive da mesada da mãe, que mora em Santos e acredita que dá o dinheiro pra ele pagar a faculdade de Economia (que ele largou no primeiro semestre); Júlia veio do Rio pra fazer teatro e conseguir ser uma atriz famosa e bem-sucedida, além de ter um ex que não consegue esquecer; Rodrigo é o “síndico”: faz economia, é o estagiário do mês na empresa e controla as contas da casa, também conhecido como o coxinha. Marina veio do Espírito Santo pra fazer cursinho e prestar vestibular, e Rafael é o largadão que não quer saber de nada, fuma maconha o dia todo, e só quer se divertir.

vizinhos635

Parece meio estereotipado, mas os personagens, como na vida real, tem muito mais desdobramentos em suas histórias do que a gente à primeira vista acha possível. A aproximação dos vizinhos mais velhos e as diferenças geracionais, a convivência de cinco pessoas tão diferentes, os dramas, as risadas e os momentos “oh!”: tudo isso faz essa uma das minhas séries mais queridas. Comecei a ver um pouco por curiosidade, e terminei a temporada em cinco dias.

É leve, descompromissada, mas pega a gente de uma forma incrível. Com criação de Luiz Villaça e Leonardo Moreira (de 3 Teresas) e Rafael Gomes, não podia ser diferente, já que eles são apenas maravilhosos. Ah sim! E a trilha sonora é arrasadora, maravilhosa!

Pra quem tem vinte e poucos, e também pra quem já passou dessa idade, tem muita reflexão, risada, identificação e amor.

Tags: , , , ,


About the Author

Apaixonada por séries e livros, tem como objetivo de vida ser tão incrível quanto a Liz Lemon e ser amiga das Kardashian. Só sonha baixo e com coisas realmente possíveis



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑
  • Recent Posts

  • O que estão falando

  • Categorias

  • Arquivos