Posted on: 9 de janeiro de 2014 Posted by: Fernanda Correia Comments: 0

Quando os quatro primeiros episódios de uma série são melhores que a temporada anterior inteira, não tem como não se empolgar.

Até agora nós tivemos zumbis caindo do teto, uma epidemia, gente morrendo e virando zumbi dentro da prisão, crianças tendo que ficar adultas mais cedo e Daryl, muito Daryl, pra alegria da galera.

E não à toa, já que o nosso protagonista Rick continua tão insosso quanto na época que tomava um talarico do melhor amigo. Sério filho, você já viu bem qual a nova realidade do mundo que você vive e ainda ta choramingando pela mulher que era a mais insuportável da história das séries?

Ele anda oscilando entre o bom mocismo e a psicopatia, mas duvido muito que ele penda 100% pra um dos lados. Enquanto eu espero ansiosamente pro Carl virar o maluco que ele é nos quadrinhos (e ele ta quase chegando lá).

Dos personagens novos, Tyresse era o que me dava mais esperanças, já que ele é o braço direito (junto com a Michonne) do Rick. Mas essa depressão já tá me fazendo torcer pra ele seguir o mesmo caminho da Lori.

No grupo responsável por buscar os antibióticos (que eu só não torço pra eles não conseguirem – e serem obrigados a sair dessa prisão – porque o Glen ta á moribundo), a chamada do Daryl no médico ganhou meu coração. Se eu tomo aquela enquadrada do Daryl eu agarrava, digo, pulava do telhado nos zumbis que dava menos medo.

Aliás, 3 médicos (um veterinário, mas belza) e ninguém, NINGUÉM, pensou que podia rolar algum problema de saúde? Pelo bem da série a gente finge que acredita nessa ingenuidade toda.

E por fim, Carol. De esposa assustada e abusada a um dos melhores personagens dessa temporada. A evolução dela e a forma como ela assumiu o controle da própria vida, e das pessoas à volta dela foram sensacionais e adicionaram MUITO pra série.

Ficam as perguntas: foi ela também que matou os ratos? E o que vai ser do Rick quando o Daryl voltar e descobrir que ele mandou a “mulher” dele se virar sozinha no meio dos zumbis?

Últimos posts por Fernanda Correia (exibir todos)

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.