Posted on: 9 de janeiro de 2014 Posted by: Juliana Farano Comments: 0

E Survivor entrou em sua 27ª temporada. É muita coisa e a fórmula, é óbvio, precisava de mais uma mudança. E aí inventaram uma nova twist: participantes retornantes voltariam com seus loved ones. Confesso que torci o nariz quando fiquei sabendo. Mas aí o programa começou e a coisa mudou. A dinâmica do jogo ficou toda mexida e até a odiada Redemption Island se tornou mais interessante. Até porque, dá perceber diferentes níveis de “loved ones”.

O Aras (vencedor do Panama) surgiu com o irmão Vytas, que tá mais para rival do que para aquele amor fraterno lindo de se ver. O Colton (odiado e “desistente” de One World) trouxe o namorado Caleb. O Gervase, que participou da primeira temporada, levou a sobrinha Marissa e não demonstrou muito amor não. A Candice, mais conhecida como “puta do motim”, foi com o maridão John. A Kat (One World) levou o namorado campeão do Big Brother de lá, o Hayden. Monica (One World) foi com o marido Brad Culpepper, que é ex-jogador de futebol americano. O Tyson levou a namorada Rachel e o insuportável Rupert levou a aparentemente também insuportável mulher Laura. E por fim temos as duplas de mãe e filha: Laura e Ciera e Tina e Katie.

Logo de cara, assim que eles chegaram na ilha, mais uma twist: returning players e loved ones seriam de tribos diferentes. E, na sequência, mais um susto: eliminem alguém agora. Candice foi a mais votada entre os returnings e a mulher do Rupert entre os loved ones. E aí, mais uma coisinha, os companheiros poderiam trocar de lugar e ir para a Redemption Island no lugar dos mais votados. Rupert trocou, o marido da Candice não. E aí começou de fato o programa.

 

Até agora temos a tribo dos loved ones perdendo todos os challenges, todos odiando o Culpepper e as estratégias sendo pensadas de maneira diferente. Antes de votar em alguém ou fazer alguma aliança, os jogadores analisam se aquela pessoa vai deixa-los na mão no momento de uma merge e passar para o lado do seu loved one. No final das contas, acho que deu certo. Vamos esperar pra ver como as tribos irão se comportar em uma merge. Será que as alianças de “blood” serão mais fortes?

Ah… e o Colton já desistiu do jogo. Que abuso! Até o Jeff ficou puto.

Últimos posts por Juliana Farano (exibir todos)

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.