Séries

Published on maio 12th, 2014 | by Fernanda Correia

0

Quem topa adiantar a nova temporada de OUAT?

Final duplo explodiu as redes sociais com surpresa para a quarta temporada.

“Once Upon a Time” terminou sua terceira temporada (e renovadíssima para a quarta) com o mesmo balanço dos outros anos: alguns episódios bem arrastados, outros incríveis e no fim é muito divertida.

E grande parte dos baixos acontecem quando os episódios focam nos Charming (eternamente obrigada pelo apelido, Regina!). Eles são os heróis, os bonzinhos, logo eles são chatos. Eles até dão uma flertada com o lado negro deles, mas é tanta terapia depois que é melhor deixar eles bidimensionais mesmo. Aliás o Grilo Falante deveria ser milionário, é muita gente com dor na consciência!

A Belle sofre um pouco desse mal, mas ela tem a vantagem do seu par romântico ser O Senhor das Trevas. Um acaba equilibrando o outro e o casal acaba sendo o cúmulo da fofura, oficialmente casados agora por sinal.

Casal mais fofo <3

Zelena fez um bom papel, mas eu sou suspeita para julgá-la. Assim que foi anunciado que a Bruxa Malvada do Oeste estaria dando as caras em Storybrooke, eu já comecei a torcer por ela (blame Idina Menzel and Wicked). E o fato dela ter seguido o padrão de ninguém ser 100% bom ou mal me fez quase torcer por ela (ainda mais se a gente lembrar que ela é a responsável pela morte do Neal. Thanks, Zelena! #TeamCaptainSwan).

OUAT zelena

Source: Katie Yu/ABC

Só faltou desafiar a gravidade Zelena, mas te adorei. Beijos.

Eu já tinha amado a promo do season finale quando eu vi a Emma e o Hook sozinhos na Floresta Encantada. Aliás, fica a dica: podem abusar da parceria dos dois na próxima temporada. Eles são ótimos juntos e agora que são um casal devem ficar ainda melhores. As referências nerds da Emma que confundiram o pirata foram hilárias e eu quase torci por um referência a Doctor Who (quem sabe assim eles não tinham saído bagunçando o passado).

Ver o passado da Emma, sozinha, ajudou a entender melhor a sua necessidade de estar sempre em movimento. Mas vê-la reconhecer seu lugar no Reino Encantado também foi ótimo (e nos poupou de uma temporada de “por favor Emma, volte para Storybrooke”). E a ideia de usar o portal da Zelena foi uma boa saída para não termos o morre e volta infinito de algumas séries, e sem flashbacks. A bruxa morreu, mas o poder libertado terminou o feitiço.

Regina e Robin formam outro casal fofíssimo, mas deixa a Rainha Má sem o seu melhor: the sassy. Por isso mesmo eu comemorei quando a tonta da Emma acabou trazendo por acidente a mulher morta do Robin Hood de volta, deixando Regina virada no Jiraya. Prepare-se Storybrooke! The bitch is back! Só rezemos para que isso não faça da Emma a heroína chata que aceitou seu legado (Hook, isso é seu departamento!).

OUAT robin e regina

Regina tocando o terror de novo, por favor!

Mas não foi a única coisa que eles trouxeram e a causa do surto no Twitter no domingo à noite: quando eles atravessam o portal (aberto pela magia recuperada da Emma) o pote que o Hook estava mexendo vai junto. E nele estava ninguém mais, ninguém menos que a Rainha do Gelo herself, ELSA! (eu saltitei nessa parte).

Vem ver essa lindeza de novo:



 

O que deixa um gancho maravilhoso para a próxima temporada. Renova o tema de maldição em cima de maldição. E deixa todo mundo maluco para saber o que eles vão fazer, que outros personagens de Frozen vem junto, e o que diabos o Rumple fazia com a Elsa preza no cofre dele?

Trazer “Frozen” é uma ideia genial. Primeiro, e mais óbvio, porque aproveita o hype. O filme não vai baixar a bola tão cedo (não vai esfriar, ãh, ãh) e com a série é capaz de ser reativado (win, win situation).

Além disso, OUAT mistura personagens e plots dos contos de fada, o que pode ser confuso. Deixar esse gancho monstruoso permite que o pessoal recupere as temporadas atrasadas para ver a Elsa. E mesmo quem não fizer isso não perde muito. “Frozen” é levemente (bem de leve mesmo, quase um sopro) inspirado no conto “A Rainha da Neve”. Por causa disso sua trama é bem aberta, dá para os produtores fazerem o que quiserem com o pessoal de Arendelle.

Só sei que eu fiquei maluca com esses últimos minutos e me vi obrigada a dizer que eles sabem encerrar temporadas e arcos (o episódio antes do hiatus foi de roer as unhas também). Agora é esperar setembro cantando “Let it Go”.

Tags: , , , , , , ,


About the Author

Tem mais séries e livros para ver e ler do que tempo hábil. Sonha em encontrar o Doctor só para usar a Tardis e zerar a sua pilha. Encontrou o sentindo da vida quando assinou o Netflix.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑