Posted on: 9 de janeiro de 2014 Posted by: Juliana Farano Comments: 0

Vem cá, gente. Tá pegando fogo aqui, ó!

Pra estrear a nossa seção “Ô lá em casa!”, cujo nome achamos auto-explicativo, vamos falar das lindezas de Chicago Fire.

A série é aquela coisa bem “novelinha”. Casaizinhos, intrigas, tretas, amizade, família e altas confusões dos bombeiros de Chicago, mais precisamente do Quartel 51. E aí é aquele festival de clichê que a gente eu amo: os velhos são engraçados, os novos são bonitos, e aí tem o pegador, o cara certinho, a lésbica, o bar para onde todos vão depois do trabalho, os dramas dos incêndios… E a trama segue uma pegada comecinho de Grey’s Anatomy, mas sem um roteiro super ultra incrível. Apenas bacana.

Porém, tem o Severide. E o Case. E pros caras tem a Gabi. E a Leslie.

E aí você assiste a série porque é legal ver essa galera bonita toda reunida. Mentira. Eu até acho a trama bem legal. É aquela coisa que os homens classificam como “série de mulherzinha”. Eu adoro!

Últimos posts por Juliana Farano (exibir todos)

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.