Séries

Published on outubro 14th, 2014 | by Will

0

O Caçador

Cauã Reymond em ação

Quando a Globo exibiu “Amores Roubados” no começo do ano, Cauã Reymond estava envolvido nas gravações de “O Caçador” e, na pele de Leandro, já mostrava porque é um dos melhores atores de sua geração.

Só que desta vez ele se superou. “O Caçador” estreou em abril deste ano e foi exibido até começo do julho. Assisti pelo aplicativo da Globo no celular (onde os episódios ainda estão disponíveis) e cometi um errinho. Vi o segundo episódio antes do primeiro.

Sabe que foi uma boa maneira de assistir à série?

Primeiro vi o André em ação para depois conhecer sua história. E olha, a trama é tão criativa e bem amarrada que pega o espectador justo aí.

Ela é tão inacreditável, que dá vontade de continuar assistindo só pra ver “como esse cara vai se livrar disso aí”.

Membro da Divisão Anti-Sequestro da polícia do Rio de Janeiro, André se vê traído por seu próprio pai e acaba na prisão.

Após cumprir a pena, um antigo colega oferece a ele uma oportunidade de negócio: virar um caçador de recompensas.

A tarefa: investigar o paradeiro de pessoas desaparecidas. Em geral estrangeiros, imigrantes ilegais ou não. Pessoas cujo passado ou histórias não são exatamente o que parecem.

Paralelamente, André tem que provar sua inocência com a ajuda da evangélica e ex-prostituta Marinalva (Nanda Costa), filha de um parceiro de seu pai.

Nanda Costa está ótima no papel de “Marinalva” (Estevam Avellar/Globo)

Cada episódio é uma delícia, mas a série peca em algumas coisas. A trama já tem um enredo policial de tensão e ação, a câmera não precisava ficar tremendo tanto em alguns diálogos.

A trilha sonora instrumental é fantástica. Ornou. E um dos melhores episódios é o da máfia chinesa.

André tem um ponto fraco muito explorado. Está SEMPRE sendo perseguido e não nota. Fora isso é empolgante ver o Cauã em cenas de ação. O roteiro se permite algum bom humor às vezes e Ailton Graça faz um bom par com Cauã/André como o delegado Lopes.

Cauã construiu um herói badass, inteligente e leve. Um cara seguro que sempre parece saber bem o que está fazendo. E ele manda bem nas cenas tensas ou em explosões de raiva.

E por falar em explosões a série tem algumas. Todas bem cabíveis. E romance. Alguns. Não muito bem cabíveis.

As cenas “sensuais” da série são meio qualquer coisa (Paulo Belote/Globo)

O engraçado é que vendo avulso, partes de episódios no serviço, super dava a impressão de que tinha uma putaria lascada. Tem bastante peito, é verdade, mas nada que cause uma ereção.

O maior dos dramas amorosos é o envolvimento com Kátia (Cléo Pires) que vem a ser sua cunhada. A parte sensual fica a desejar, mas a disputa entre os irmãos é ótima.

André Câmara até poderia render novas aventuras, mas não ficaram ganchos para uma segunda temporada. Esse ano fica sendo do Cauã. Resta torcer para vê-lo em papéis tão bons nas próximas vezes.

Tags: , , , , ,


About the Author

Tem mais livros que amigos, mas tem os melhores amigos do mundo e troca qualquer série para estar com eles sempre que possível



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Back to Top ↑