Livros

Published on Abril 25th, 2013 | by Will

0

Lembra de Mim?

Às vezes não há nada de glamouroso em viver.

E daí a gente segue enfrentando os dias com a sensação de que há uma vida nova e empolgante ao virar a próxima esquina. E é por isso, entre muitos motivos, que Sophie Kinsella é uma das nossas escritoras favoritas.

Porque além de ter nos dado Becky Bloom para a gente justificar nossos impulsos consumistas e nossa inabilidade para lidar com finanças, Sophie já nos presenteou com uma galeria de heroínas possíveis. Mulheres que só existem na ficção mas que poderiam muito bem existir fora dela.

As protagonistas dos seus livros poderiam muito bem ser a gente. “Lembra de Mim?” não é o melhor romance da escritora, que na verdade se chama Madeleine Wickham, mas é um dos mais legais e envolventes. Sério. É impossível não se sentir próximo e querer dar um abraço em Lexi Smart, a dona da narrativa dessa vez.

Alexia é uma jovem como a gente. Ganha mal num emprego não muito legal, mas se diverte com as amigas. Tem um relacionamento meio bizarro com um cara não muito bonito e não é dona de uma beleza assim clássica. Ela se envolve num acidente e acorda três anos depois. Coma? Negativo. Amnésia, babies. E é aí que tudo começa: quando descobre que Brad Pitt terminou com Jeniffer Aniston para ficar com a Angelina Jolie e que além de um marido gato e rico ela tem uma vida perfeita e uma carreira bem sucedida.

A forma Sophie Kinsella em que tudo vai acontecendo lembra um pouco o filme “De Repente 30”. E temos todo um passado pra redescobrir e juntar peças como um quebra-cabeças. E a história te pega de tal jeito, que a princípio 3 anos nem parecem muita coisa. Mas tente lembrar com detalhes o que você estava fazendo exatamente há 3 anos. Difícil não?

Pois é. Imagine agora que a partir desse dia sua vida mudou completamente. É com isso que você tem que lidar. E é esse o drama de Lexi. Claro que tudo é abordado de forma leve e com bom humor. E no meio de uma enrascada ou outra há pílulas de sabedoria e de ensinamentos que dão forças pra seguir em frente. Como quando a personagem tenta se convencer de algumas coisas e diz que “o problema de dar explicações a si mesma é que, bem no fundo, você sabe que é tudo mentira”.

Tem outro momento em que, completamente perturbada e sem noção de que rumo tomar ou de como chegou a um determinado ponto, Lexi faz uma lista de quais são as opções para encarar a situação. 1) Desistir 2) Não Desistir. E daí ela vai em frente e dá um daqueles incentivos que todo mundo precisa ouvir ou ler pelo menos uma vez na vida. “O negócio em relação a desistir é que nunca sabemos. Nunca sabemos se poderíamos ter conseguido.”

“Lembra de Mim?” é sobre identidade. Sobre como fazemos para construir uma. Sobre como nos tornamos nós mesmos. É um livro sobre se redescobrir e se reinventar e assumir as rédeas de nossas vidas. Poderia muito bem virar um filme. Daria uma ótima comédia.

Tags: , ,


About the Author

Tem mais livros que amigos, mas tem os melhores amigos do mundo e troca qualquer série para estar com eles sempre que possível



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑