Posted on: 21 de julho de 2019 Posted by: Will Comments: 0

Este vai ser um post bem curto, quase sem palavras e com algum espaço para um respiro.

Mas é por que só vim comentar uma coisinha aqui.

Lançado pela Todavia, “Golias” é o melhor quadrinho que eu li neste ano.

Nas páginas da HQ, Tom Gauld reconta a história bíblica de Davi e Golias sobre outra perspectiva.

Sutileza do traço dá mais força à história

Como o título sugere, no foco está Golias o gigante que ameaça Israel a mando dos filisteus.

Sim, a história você já conhece. É aquela do menino franzino que vence o valentão com uma pedra, muitas metáforas sobre o poder de deus, não se amedrontar frente a grandes problemas, como a inteligência vence a força e pontos fracos.

Mas aqui ela ganha outros contornos e possibilidades. O que importa em Golias é desvendar outras camadas e outro lado. Aqui, o protagonista é apresentado como um burocrata que não é exatamente um guerreiro.

Com tons que vão do debochado ao melancólico, Golias explicita como a vida e as guerras são bestas, idiotas e não fazem sentido nenhum.

Momentos de tensão que se fazem e se desfazem
Últimos posts por Will (exibir todos)

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.