Comédia

Published on abril 18th, 2015 | by Equipe PeS

1

Escolhemos as melhores (e piores) versões Glee

Vem ver nossa seleção antes que a gente mude tudo!

Glee acabou, mas a gente ainda não superou esse fim, mesmo concordando que a série já não tava lá essas coisas.

Mas ela foi responsável por alguns dos momentos mais lindos das séries e com certeza ainda fazer parte da playlist de muita gente (pelo menos da nossa ainda é, diariamente).

Por isso, pra tentar lidar melhor com esse fim (ou talvez só pra sofrer mais) nós (Fernanda e Raíra) escolhemos as melhores e as piores músicas de Glee.

Não é, nem de longe, uma lista fixa. E possivelmente daqui uns meses a gente vai querer mudar tudo.

Com vocês, as 10 (que na verdade são 11) melhores versões e as 10 piores:

As melhores  

– Don’t stop believing 



 Fernanda: O hino de Glee. Impossível ouvir essa música e não fazer a coreografia. (Inclusive jogando as mãos pra cima e cantando: “Searching in the niiiiiight”)

 Raíra: Com certeza um clássico. Mais incrível ainda foi rever na última temporada, e dar aquela aquecidinha no coração lembrando a maravilhosa primeira temporada

– Don’t rain on my parade 




Fernanda: Barbra. Funny Girl. Rachel Berry. Apenas.

 Raíra: Broadway, né?! Apaixonada que sou por musicais, só posso dizer que é muito amor. Apesar de gostar muito, muito, da versão da Santana da 5ª temporada

– Smoth Criminal 




Fernanda: Santana e Sebastian, além dos dois caras do violoncelo, apenas maravilhosa a versão da música que já é ótima com o Michael Jackson.

Raíra: Nunca suportei Sebastian, mas concordo na versão ser boa mesmo, principalmente os instrumentos e a cenografia

– Toxic (versão Santana, Quin, Brittany) 




Fernanda: Essa é uma fase da Britney que já não me agrada tanto. Achei ok a primeira vez que apareceu, mas essa versão sexy sendo ignorada por Nate Archbald apenas ficou babado.

Raíra: O trio mais poderoso do New Directions back in action. Não curto muito a música também, mas a versão é incrível

– Listen to your heart 



Fernanda: Eu sempre shippei Jesse Sant James e Rachel Berry, me julguem. Essa música foi tiro certo no meu coração e eu queria Jonathan Groof pra fazer dueto comigo no karaokê.

Raíra: Confesso que tenho um pouco de abuso de Roxette e por isso não seria uma das preferidas 🙁

– This time 



Fernanda: Música original e escrita por Darren Criss. Pediram pra eu amar essa música e amar ainda mais o Darren. 

Raíra: Nem preciso dizer que chorei horrores e com certeza pra mim, melhor música ever. Ouço pelo menos uma vez por dia (de vdd, gente)

– We are Young 



Raíra: Volta das Troubletones pro New Directions. Pra mim essa é uma música tão poderosa, com melodia e letra incríveis que não teria como estar fora da minha lista. Uma das vezes em que chorei e arrepiei ouvindo

Fernanda: Só não entra na minha lista porque eu passei meses, MESES, cantando TONIIIGHT e mais nada.

– We are the Champions 



Raíra:  Bom, meio óbvia, eu sei. Mas depois de finalmente vencer as Nacionais, não tinha como ser outra. E além disso, acho que foi uma das músicas em que o Cory mais arrasou e toda vez q ouço dá um apertinho no coração.      E gente, Queen né?! Melhor banda ever

Fernanda: Eles venceram, finalmente, e se formaram na escola. Homenagem linda ao senhor Schuster.

– Piano Man 



Raíra: Gente, eu sou apaixonada big time pelo Darren Criss. Cantando, tocando piano, a perfeição em forma de pessoa e música. Apenas.

Fernanda: Darren vem tocar piano na minha casa. Nem tenho piano, a gente dá um jeito.

– Valerie (5ª Temporada) 



Raíra: Brittana cantando Amy. Não tinha como ser ruim, não tinha como não ser maravilhosa! A junção da poderosa voz da Santana e da suavidade da Britany, fora a dança que né? Nem precisa dizer que são as que mais                arrasam .

Fernanda: Eu sou obrigada a pular essa música quando estou no metrô. Grandes chances de eu sair dançando e passando vergonha.

– I Lived 



Raíra: A última música pra sempre. Novamente, acho uma letra espetacular, forte e que tem tudo a ver com a trajetória da série; além de sempre ser aquela coisa de tudo em Glee poder ser transportado pras nossas próprias             vidas. Só amor.

Fernanda: Eu abaixo a cabeça sempre que a playlist acaba. Vi três vezes porque nas duas primeiras a visão tava embaçada pelas lágrimas.

As 5 piores

– Raise your glass (100th episode) 



Fernanda: Eu criei um amor por essa música porque é do episódio que aparece os Wablers pela primeira vez e eu amo a Kristin, mas achei tão preguiçosa essa versa que meh.

Raíra: Gente, eu até que gostei?! Hahaha… Não sou muito fã dos Warblers (Fê me matando nesse momento!), mas achei bem boazinha

Adendo da Fernanda: To julgando demais a Raíra nesse momento. Perdôo não gostar de Roxette, Wablers foi direto no meu coração. Hora de rever C-E-R-T-A-S A-M-I-Z-A-D-E-S (risos)

Defesa da Raíra: Mano, eles só cantam acapella e fazem muito “uh uh uh” e “la la la”…. Dsclp. Hahahahahahahahahahaha 

– The fox 



Fernanda: Vamos combinar que a música por si só já é horrorosa, pra quê fazer versão de uma música que não liga nada com nada?

Raíra: Com certeza um dos piores, senão o pior episódio de sempre. Esse foi um momento muito de vergonha alheia na minha vida assim

– You’re my best friend 



Fernanda: O melhor exemplo do quanto Glee estava perdido. Esse episódio é todo focado no Blane e eu consegui não gostar. Ele cantando com uns fantoches. Tudo muito kitsch, tudo muito errado.

Raíra: Bom. Mesmo episódio da música acima. Mesmo sentimento. Mas a música é fofinha

– Teenage Dream (acústico) 



Fernanda: A versão ficou linda na verdade, mas é do término de Klaine, o que significa que eu não sei ouvir essa música sem chorar. Por isso fica na minha lista de piores.

Raíra: Então. Eu gosto muito dessa versão. Apesar de ser triste

– Friday 



Fernanda: O mesmo caso de The Fox. Só que no outro caso é ainda mais tosco porque já tinham feito essa. Puxado.

Raíra: Ryan, assim não tem como te defender. Bem ruinzinha, assim como a original

– (You’re) Having My Baby 



Raíra: Um momento muito difícil na minha vida foi ver o Finn pagando esse mico. A música é ruim e não há nada que possamos fazer a respeito disso.

Fernanda: Eu escondi a cara quando vi essa cena. E olha que o Finn teve muitas vergonhas alheias ao longo da série.

– Forget You 



Raíra: É Fuck You. Rest my case. Fora que Gwyneth Paltrow é Pepper Potts, e não devia cantar tipo nunca.

Fernanda: To com a Raíra. Deixa o Tony saber dessas coisas. 

– Hungry Like the Wolf/Rio 



Raíra: Matt Bomer, apesar de uma maravilhosidade, foi um grande erro em Glee. Porque não foi bom, não foi legal. E músicas chatas juntas ficaram ainda piores.

Fernanda: Eu to até hoje tentando achar sentido nessa participação. Pelo menos ele ficou sem camisa.

– Gangnam Style 



Raíra: Um viral que eu não aguentava mais ouvir na época e graças a deos se foi pra nunca mais voltar. E Tina também não é minha personagem favorita, daí não ajudou muito a causa.

Fernanda: Pra fechar com chave de cocô: Marley desmaia e caga toda a apresentação.

– Holding out for a hero



Raíra: Alguém aí já viu o clipe da original? Tão ruim quanto, ou pior:



Fernanda: AHAHAHAHA O CLIPE ORIGINAL AHAHAHAHA <3 anos 80

Tags: , , , , ,


About the Author

Posts escritos pela equipe do Pilhas em Série. Quase uma conversa de boteco.



One Response to Escolhemos as melhores (e piores) versões Glee

  1. Giovanna Marques says:

    odeio grandão a versão de glee de proud mary, do creedence. grandão mesmo.

    se for pra fazer top 3 x top 3, o meu fica:

    top 3 piores:
    3- gamgnam style (a música em si só é legalzinha depois de certo grau de alcool no sangue)
    2- forget you (PAREM)
    1- proud mary (aaaaaaaaaaaaaaaaaaaa)

    top 3 melhores:
    3- telephone (adoro esse ep!!!!!!!!!)
    2- one more time (adoro esse ep também)
    1- DON’T STOP BELIEVING ♥

    bjo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑
  • Recent Posts

  • O que estão falando

  • Categorias

  • Arquivos