Livros

Published on agosto 30th, 2016 | by Fernanda Correia

0

Deuses Americanos

A definição de ansiedade em forma de estreia.

Uma das coisas que as pessoas logo descobrem quando me conhecem é o quanto eu amo Neil Gaiman (Sandman, cara. SANDMAN!!). Aí anunciam que vai ter série de Deuses Americanos e eu me me vejo obrigada a reler essa maravilha.

E esse é o primeiro ponto que eu gosto de ressaltar nas obras do Gaiman. Não dá ler uma vez só. Tem que reler, sempre. É uma escrita em camadas e você sempre vai perceber algo diferente, algum detalhe que escapou da outra vez. Quando alguém me diz que não gostou de um livro dele, sempre aconselho a reler.

American-Gods-Wednesday-and-Shadow

Wednesday e Shadow

Com Deuses Americanos não é  diferente. Especialmente porque é um sincretismo religioso absurdo. Mitologia Nórdica, Celta, Japonesa, Nativo Americana, Grega, Egípcia, etc. Escolhe uma mitologia, tem. E não dá nem para dar exemplos que deixariam isso mais claro porque é uma das graças da leitura, ir percebendo as pistas e entendendo aos poucos que divindade é aquele personagem.

Aliás essa é outra constante dos livros do Gaiman que me faz amar tanto a escrita dele: nada está ali por acaso. Um encontro na estrada se revela algo essencial mais para frente e uma situação de rotina pode ser a chave para o mistério do livro.

american-gods-shadow-moone

Outra maravilha deste livro, a trama acompanha um ex-condenado que se vê no meio de uma guerra entre deuses antigos e deuses novos. Pausa para apreciar a sutileza da situação: os deuses novos são um panteão de internet, televisão e celebridades. Tudo aquilo que as pessoas admiram hoje em dia e dedicam suas vidas. Esse é o grande quadro, mas tem diversas subtramas que só ficam claras quando você termina ou relê. Como se você se afastasse para ver melhor.

Ficou bem óbvio o tanto que eu gosto desse livro (e do Gaiman), então é claro que eu não vejo a hora dessa série estrear. O fato de que Neil está envolvido com a produção, inclusive roteirizando episódios (e Doctor Who tem episódios maravilhosos para provar que ele é bom nisso também), só me faz ter ainda mais ansiedade. 2017 não vai chegar rápido o suficiente.

Tags: , , ,


About the Author

Tem mais séries e livros para ver e ler do que tempo hábil. Sonha em encontrar o Doctor só para usar a Tardis e zerar a sua pilha. Encontrou o sentindo da vida quando assinou o Netflix.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑