Séries

Published on Janeiro 19th, 2014 | by Fernanda Correia

0

Agents of Shield 1×11: "The Magical Place"

Finalmente fomos a “The Magical Place”. Mas será que as perguntas foram respondidas?

Quando Agents of Shield entrou na pausa em 2013, eles já começaram a trabalhar a ideia de que a hora das respostas havia chegado. Sem dúvida. Foram 10 episódios que só aumentaram o mistério em torno do Coulson, sem contar a equipe que acabamos de conhecer e que tem seus próprios fantasmas.

Então nós chegamos em um episódio com 3 histórias paralelas. Começamos com a equipe enfrentando os superiores na Shield, que decidem que Skye não é confiável o suficiente.

Aqui, May apoia a saída da companheira, só para no final descobrirmos que ela realmente queria era deixar a hacker fora da vigilância da Shield para poder investigar o Coulson, já que toda a agência não parecia preocupada.

Com isso temos a segunda história, com Skye correndo a cidade tentando invadir a conta do sujeito que está preso no avião para saber quem são os responsáveis pela contratação dos serviços dele e assim rastreá-los até o Coulson.

E por fim, Coulson. Preso em um campo de testes abandonado da época da Guerra Fria, está sendo forçado a ter o cérebro scanneado para que eles saibam como ele sobreviveu ao ataque do Loki.

coulson

Eles dizem que o tal Clarividente (que não temos pista alguma de quem seja) viu o agente morrer. Estão interessados especificamente no Taiti. E aqui as coisas ficam interessantes, porque todos percebem que o “It’s a magical place” é um resposta automática, quase como se Coulson estivesse programado a dizê-la.

O problema é que a barreira do cérebro é muito forte e ele precisa colaborar para eles terem acesso. Perceber essa programação é o que faz com que ele decida descobrir o que houve, apenas para ele e sem revelar o que lembrou.

Taiti é uma sala de cirurgia. Os atendentes são os médicos que trataram dele, comentando que foram ordens diretas do Fury e que não devem questionar. Enquanto Coulson na mesa pede para morrer (coisa que aconteceu por dias) ao mesmo tempo em que uma máquina (um tipo de robô) opera o cérebro.

A equipe consegue encontrá-lo e ele reassume sua posição no avião, mas ele vai atrás do médico que cuidou do seu caso. Ele explica que o agente esteve morto por dias, enquanto eles mantinham suas atividades cerebrais monitoradas e que isso causou um dano neurológico, fazendo com que ele não fosse o homem de sempre.

shield-coulson

Ugh! Que nervoso!

A cirurgia que foi mostrada nada mais era que a equipe dando novas memórias a ele, porque ele havia perdido a vontade de viver.

E na ceninha pós-credito, Mike está vivo e completamente modificado pela Centopeia, com olho espião e tudo.

Bom, responderam algumas questões, mas não estão nem perto de esclarecer o que houve. Será que Coulson viu mais do que demonstrou e depois saberemos o que houve? O que eles fizeram para manter o corpo? Se ele estava sendo monitorado neurologicamente não deve ter sido congelado. O que eles fizeram para trazê-lo de volta à vida?

Por um lado é bom. Mantém-se o mistério e o interesse da trama por mais tempo. Mas se continuar nesse papinho por muito mais tempo corre o risco de ficar repetitivo. E ainda na primeira temporada.

Tags: , , , , , , ,


About the Author

Tem mais séries e livros para ver e ler do que tempo hábil. Sonha em encontrar o Doctor só para usar a Tardis e zerar a sua pilha. Encontrou o sentindo da vida quando assinou o Netflix.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑