Posted on: 3 de janeiro de 2014 Posted by: Will Comments: 0

Eu sempre quis ler esse livro.

Passava pela banca de jornal em frente ao Conjunto Nacional, na avenida Paulista, e ele se destacava em meio aos outros títulos da LP&M.

Além disso, da Claudia Tajes a gente já leu “Só as Mulheres e as Baratas Sobreviverão”, que é curtinho, lê-se rápido e é bem engraçado. “A Vida Sexual…” também é bem engraçado. Tem um pé intCapa175eiro naquele humor autodepreciação que a gente tanto gosta.

Não que seja inspirado em fatos reais, até porque a Claudia é bonita e tals. Mas Jucianara, a nossa heroína aqui, bem ela cumpre bem sua função enquanto mulher feia protagonista da história.

Sabe aquele lance de o cobrado ficar te devendo 10 centavos, mas quando você não tem a bendita moedinha ele acha ruim? Pois é isso acontece a toda hora com a Jucianara. É um bullying da vida atrás do outro. Só porque ela é feia, tadinha.

E a gente se padece dela e ri desse mundo de nem tantas belezas assim. Ju pula de amor em amor, assim como o resto de nós. Histórias e histórias clássicas do tipo paixão pelo menino mais bonito da classe. Mas há também lições valiosíssimas como não deixar se aproveitarem da gente e nem dividir nosso saco de jujubas.

Vai ver por isso que eu me identifiquei e me diverti e sofri tanto, porque tá tudo explicadinho no livro. Mulher feia é antes de tudo um estado de espírito. E no campo do terreno amoroso está todo mundo meio que no mesmo barco. Bonitos e feios, uni-vos!

Últimos posts por Will (exibir todos)

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.