Livros

Published on fevereiro 24th, 2014 | by Will

0

A Lua de Mel

81GpiQJ4CSL._AA1500_Sophie Kinsella é pra sempre uma das minhas autoras preferidas da vida. Eu vibro e aguardo ansiosamente por cada lançamento dela. Com “A Lua de Mel” foi assim.

Apesar de a Fernanda, que leu o original em inglês, não ter gostado tanto e eu ter lido um review não muito positivo eu amei. Muito. Ok. Não é tão engraçado e divertido como “Fiquei com Seu Número”, mas é muito muito bom.

Esperar valeu a pena. Ainda é Sophie Kinsella e tem toda aquela fórmula que a a consagrou. Muitas páginas. Personagens desastrados sempre em dúvidas sobre os efeitos de suas ações e tentando se livrar de enrascadas.

Desta vez, e talvez essa tenha sido a estranheza toda, são duas protagonistas ao invés de uma só. Lottie e Fliss são irmãs. Enquanto uma é apaixonada e sonhadora, Fliss, a mais velha, está enfrentando um doloroso divórcio.

Quando Lottie acredita que está prestes a ser pedida em casamento ela e o namorado rompem. E Ben, um ex-namorado de muito tempo atrás, ressurge. Lottie está prestes a fazer mais uma de suas Escolhas Infelizes.

Escolhas Infelizes, são, em suma, uma forma ruim, apesar de Lottie (e a gente) achar que é boa, de lidar com uma perda, ou mais especificamente com o fim de um relacionamento. Eles decidem se casar e é aí que a coisa engrena.

Querendo evitar uma tragédia anunciada, Fliss tenta intervir e começa a fazer de tudo pra atrapalhar o casamento da irmã. E ela recebe algumas ajudas providenciais durante esse processo.

Diferente dos livros anteriores da Sophie, esse é o que mais fala sobre sexo. Apesar de toda sua obra ser comédia romântica o sexo apenas não faz parte da trama. Está lá, suave, como uma neblina. Nada que choque moral e bons costumes ou que deixe alguém ruborizada ou excitada no metrô.

Aqui o sexo está presente a todo momento, já que, bem, para acabar com o casório o plano de Fliss consiste que os noivos não transem. E isso dá tanta agonia e rende tanta situação inusitada que só lendo.

Uma das coisas que eu achei legal é que você se questiona, assim como as personagens, sobre quem está certo. Fábula moderna como todos os livros da Sophie, esse também tem lá sua lição de moral. Reflexões sobre felicidade, amor, tempos de decisões e até nossas próprias escolhas felizes e infelizes.

Para ler e se divertir. Para ler e querer mais e mais e mais Sophie.

Tags: , ,


About the Author

Tem mais livros que amigos, mas tem os melhores amigos do mundo e troca qualquer série para estar com eles sempre que possível



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Back to Top ↑